Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Hora sossegada

02.07.14, Alice Alfazema

 

 

Hora sossegda 
De olhar estas flores... 
Não lhes peço nada. 
Basta a maravilha 
De as estar olhando. 
 
Quanto lhes pedisse 
Não seria mais 
Do que me vão dando 
Sem lhes pedir nada 
 
Flores que me dão 
Quando lhes não peço, 
Quanto pediria 
Se pedir quisesse... 
 
Sebastião da Gama
Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post