Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Gratidão

14.03.20, Alice Alfazema

coração.jpg

 

Ilustração  Marcin Piwowarski

 

Apesar de estarmos feridos na nossa Liberdade, é de estarmos agradecidos por termos quem se preocupe connosco, quem nos faça o pão, quem nos traga o peixe, quem nos plante os legumes, quem nos corte o queijo, quem nos venda a carne, quem nos sirva o café, quem nos informe, quem tome medidas políticas, quem reúna e trace estratégias, quem conduza autocarros, quem transporte as mercadorias, quem as reponha, quem venda medicamentos, quem nos atenda nos hospitais e postos médicos, quem imponha a autoridade...é bom termos quem continue a fazer girar o nosso mundo.

 

Obrigada a todos os que estão a fazer um esforço para que haja alguma normalidade nesta nossa nova realidade. 

 

6 comentários

Comentar post