Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Filhos sem pais

06.02.19, Alice Alfazema

Ilustração Patrick Gonzales

 

Não sei de números, mas sei que todos os dias leio notícias sobre a violência doméstica. Dos filhos que ficaram orfãos de pais, que vivem agora numa instituição. Na escola há muitos que foram retirados aos pais. São histórias que pouca gente quer saber. 

 

Não creio que se faça muito por eles, faz-se o que se pode, deixa-se andar. 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alice Alfazema

    06.02.19

    Existem situações que são muito complicadas, mas a maior parte do trabalho que se faz é retirar os filhos, nunca é reeducar os pais.

    Felizmente que há pessoas como tu, que têm a coragem de agir, depois há os outros que têm medo que lhes risquem o carro...

    Isto desgasta-me, esta inércia e este conformismo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.