Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Entre malhas

06.11.16, Alice Alfazema

Aprendi a fazer crochet com a minha avó materna, cordão e mais cordão, até sair perfeitinho, com uma agulha e linha fina, cordão fininho de linha branca, " a linha não pode ficar suja, não podes fazer pressão na linha", tenho que ser carinhosa com a linha, para que ela fique imaculada, cordão fininho.

 

Aprendi a fazer tricot com pessoas amigas, tantas que não sei o nome de todas, fazia-o no comboio, antes de entrar ao trabalho, na hora de almoço, truques que me ensinaram, faz assim, desmancha, faz assado, desmancha, até sair quase perfeito. 

 

Aprendi com mulheres antigas, com gostos requintados, aprendi que é preciso insistir, até sair cordão fininho.

 

Aprendi que agora é mais fácil que ontem.

 

Aprendi que aquilo que sei é um pedaço delas.

 

Obrigada

 

 

 

Alice Alfazema

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.