Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 18-01-2019

18.01.19, Alice Alfazema

 

Ilustração  Johanna Wright

 

Nos dias em que estou a trabalhar costumo ir beber café a um estabelecimento que fica perto da escola. A esplanada tem uma vista fantástica. O café é bom e a sopa maravilhosa. Por vezes aquilo parece o polivalente da escola. Mas há dias mais calmos, hoje foi um deles. Já conheço os donos do estabelecimento há uns anitos, a senhora trata-me pelo nome adicionado pelo inho. É sempre atenciosa, nunca tem uma má resposta. É cinco estrelas. 

 

Como já disse há sempre muitos miúdos por ali, comem e bebem na galhofa. No entanto, há algo curioso, para aqueles que trazem comida de casa a senhora aquece-lhes a comida, trata-os como os outros clientes, uns bebem um sumo, outros nem isso. Hoje não estava lá a tal senhora, estava o genro e a filha, mas os hábitos são os mesmos. Aqueceram o comer de quem o levou de casa. E eu pensei, que gente generosa.

 

Hoje estou grata por poder assistir a actos que nem toda a gente tem a capacidade de ter para com o próximo.

 

 

 

 

 

 

 

9 comentários

Comentar post