Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 17-05-2019

17.05.19, Alice Alfazema

caras.jpg

 

Ilustração Eric Montoya

 

 

Minhas mãos são brancas e jovens

como duas luvas macias

nem se comparam com as do velho ao meu lado

as dele contrastam com as minhas

elas possuem grandes e intermináveis linhas

que se parece com as estradas da vida.

Cada uma conta uma história de sorrisos e lágrimas

as minhas apesar de jovens não contam história alguma.

olho nossas mãos e vejo que não é fácil saber

que as dele nunca mais serão como as minhas,

mas as minhas um dia serão iguais às dele.

 

 

 

Poema de Diego Wayne