Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 08-04-2019

08.04.19, Alice Alfazema

favas.jpg

 

Estive a descascar favas, pela casa está o cheiro das favas feitas com entrecosto e chouriço, em cima um molho de cheiros, o cheiro deixa antever os sabores que se propagam pelo ar. Será a primeira vez este ano que as como.

 

Gosto de descascar favas, lembra-me sempre aquele momento...há muito tempo, quando eu ainda trabalhava numa fábrica e em que não havia telemóveis. Assim, estando eu a trabalhar sou chamada ao gabinete da chefe da fábrica, vou sem pensar naquilo que me espera, não adivinho nenhum assunto que possa tratar lá naquele espaço. Entro no gabinete e a senhora sorri-me, diz-me para atender o telefone. Estranho, mas vou atender. Quem estava do outro lado de lá? A minha mãe. Sinto o coração acelerar, fico à espera de alguma notícia que não seja boa. A senhora está ali perto de mim. Estou ansiosa, muito, demasiado.

 

- Estou a ligar-te porque fiz favas, queres vir cá jantar?

 

 

3 comentários

Comentar post