Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

#diariodagratidao 07-01-2019

07.01.19, Alice Alfazema

IMG_0688.JPG

 

 

Por vezes não sabemos até onde pode ir a intensidade do amor, nem as suas mais variadas formas, mas há imprevistos que nos fazem conhecer o amor maior, incondicional, sem barreiras, sem rancores. De tal maneira que aprendemos que existem assuntos que não têm importância nenhuma, apenas o tempo é importante e não deve ser desperdiçado.

É isto que tenho aprendido com o meu cão. Hoje estou grata por teres aparecido na minha vida. Gosto muito de ti Ginjas, até quando tu me dás uma dentada mal dada e as mantas do sofá ficam a cheirar a rato marinheiro. 

6 comentários

Comentar post