Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Diário dos meus pensamentos (30)

18.04.20, Alice Alfazema

fica em casa.jpg

Ilustração Goyo Rodríguez

 

Quando tornamos a nossa vida útil mudamos, e essa é uma mudança que nos torna num melhor ser humano. É como uma ponte que nos leva para outra margem, onde podemos dar asas àquilo que desconhecíamos. É a soma dos nossos actos a dividir pelos nossos dias, um final de conta que pode fazer a diferença no que queremos ser na memória de alguém e na nossa. Num passado recente o sentimento de inutilidade destroçou a personalidade de muita gente, todos nós conhecemos alguém assim. A utilidade e a solidariedade está na nossa essência e neste mês que passou houve quem tornasse a solidariedade num bem maior, e encontrou a  sua própria utilidade e daí a sua energia mudou, e cresceu, e é tão bom conhecer pessoas assim e ainda melhor ter partilhado os meus dias com pessoas assim.