Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dez anos depois

20.01.19, Alice Alfazema

50261804_2316047541748166_4134779189251276800_n.jp

 

Este tipo de agricultura intensiva causa a erosão dos solos, a destruição de linhas de água e a eliminação de corredores ecológicos, além do aumento do uso de fertilizantes e pesticidas que contaminam os sistemas de água.

 

A recolha das azeitonas é feita à noite o que leva à mortandade de muitas espécies de pássaros. O olival intensivo tem um custo ambiental insuportável para as gerações futuras, diminuindo a biodiversidade e descaracterizando a paisagem natural, contaminando as linhas de água. Em Beja tapam-se ribeiras, retiram-se pedras, desfazem-se de tudo que possa retirar o lucro, não se ouvem chilreares, nem morcegos, apenas dinheiro fácil, porque nem empregos nem nada que valha a pena.  

 

Triste é ver que não evoluímos, dez anos depois, estamos à beira de criar um deserto. 

 

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.