Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - ZOO

24.05.18, Alice Alfazema

À frente do balcão tenho uma grade que separa o bar da sala polivalente, essa grade é de metal e cheia de buraquinhos, como se fosse uma renda, de dentro consigo ver o que se passa de fora, mas de fora é mais difícil de ver o que se passa cá dentro. Para que se consiga ver aquilo que existe para lá da grade é necessário encostar a cara ao metal e ficar lá colado a espreitar, muitas vezes com uma mão sobre os olhos. Assim, acontece que quando estou lá dentro a preparar a vitrine para a abertura tenho muitas vezes clientes a espreitar pela grade:

 

- Eu não quero ninguém a espreitar por aqui! Não estou no zoológico!

 

- Temos fome!

 

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post