Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - Versos perdidos

23.06.18, Alice Alfazema

 

Ilustração Lisa Aisato

 

 

Todas as manhãs 

acordo a sorrir.

Mas olho para o relógio

e só me apetece dormir.

Chego à escola

só me apetece brincar.

Mas toca a campainha

e para a sala começo a andar.

 

Então na sala 

e sento-me no meu lugar

oiço a professora que começa a explicar.

 

Toca a campainha

vamos todos lanchar.

Mas chegamos ao bar

e cansamo-nos de esperar.

 

Nesta escola gostamos de aprender

No nosso futuro 

de muito nos vai valer

 

 

 

 

Poema deixado ao acaso na biblioteca da escola...

 

 

 

 

Alice Alfazema

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.