Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - Prisioneiro sem sandes

09.10.18 | Alice Alfazema

São três e meia da tarde, já tocou há muito para a entrada, eis que chega um belo jovem, no auge dos seus catorze anos, vem cheio de fome, não sabe o que andou a fazer durante o intervalo, está apressado, muito irritado, exigente, faço-lhe uma pergunta de rotina:

 

- Estás a ter aulas?

- Sim.

- Então não levas nada, tens que ir para a aula.

A conversa continua, cheia de respostas animadas.

- É assim, estás a ter aulas, tens de ir para a aula, queres vir aqui, vens no intervalo, ou quando não tiveres aulas. 

- Isto é uma prisão.