Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Cliché

25.01.21, Alice Alfazema

quarto crescente.jpg

Ilustração Ana Gaman

Andamos por aqui há tanto tempo, sempre com as mesmas questões, numa filosofia cliché. Como se fosse surpreendente não ser, ou ser e não dizer. O fui, mas já não sou. A vida e a morte. Amor e o desamor. Doença e saúde. Pobre que é rico, e rico que sabe que é pobre. O final feliz. O dia mais feliz da vida, quando ainda se vai a meio dela. Homem não chora. Mulher perde a beleza com o tempo, homem envelhece melhor. O melhor do dia. O pior da semana. O mês mais curto. O  annus horribilus

3 comentários

Comentar post