Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Camuflados

10
Ago22

camuflado.jpg

Ilustração Veruschka Guerra

Tenho a noção de que a verdadeira realidade depende sempre da perspectiva de cada um, da experiência adquirida, da maneira como gerimos os nossos pensamentos, as nossas ideias e as nossas emoções, da família que temos e dos amigos que coleccionamos durante o nosso percurso, depende ainda da influência dos desconhecidos a quem damos voz aquando da nossa solidão. A realidade é paralela ao físico e  ao emocional, revela-se camuflada entre dois mundos, possivelmente nunca saberemos quem realmente somos. O entendimento da realidade volátil dos dias que correm é quase inalcançável, a sua compreensão provoca cansaço, perda de tempo, num tempo que voa voa e não perdoa.

4 comentários

Comentar post