Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Barbáries

10.02.20, Alice Alfazema

sociedade.jpg

 

Ilustração Silvia Pelissero

 

 

Antes de mais nada, é preciso entender bem que estamos ameaçados, cada vez mais, por duas barbáries. A primeira barbárie a gente conhece, vem desde os primórdios da história, que é a crueldade, a dominação, a subserviência, a tortura, tudo isso. A segunda barbárie, ao contrário, é uma barbárie fria e gelada, a do cálculo económico. Porque quando existe um pensamento fundado exclusivamente em contas, não se vê mais os seres humanos. 

 

 

Edgar Morin

 
 

1 comentário

Comentar post