Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

As coisas

31
Jan22

 

IMG_20220131_213838.jpg  

As pessoas pensam que vivem mais intensamente do que os animais, as plantas e ainda mais do que as coisas. Os animais pressentem que vivem mais intensamente do que as plantas e as coisas. As plantas sonham que vivem mais intensamente que as coisas. Mas as coisas perduram e este perdurar é mais vida do que qualquer outra coisa.

Olga Tokarczuk, in Outrora e Outros Tempos, tradução Teresa Fernandes Swiatkiewicz

 

12 comentários

Comentar post