Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ao longe

23.01.16, Alice Alfazema

 

Ilustração Kei Meguro

 

 

Às vezes tenho medo de esquecer tudo:

a casa onde nasci, o recreio

da escola, essas vozes

que lembram um copo de água

no verão.

 

Jorge Gomes Miranda

 

Às vezes tenho medo de me esquecer que já me ri por tudo e por nada, que já fui menina, que já subi às árvores, que já fui inocente. 

 

Alice Alfazema