Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ao domingo

27.01.19, Alice Alfazema

 

Ilustração Jody Hewgill

 

É domingo as pessoas juntam-se e vão à igreja, rezam e pedem, algumas agradecem. A catequista está lá presente para orientar as crianças. Está um dia de muito frio, de nuvens cinzentas e de vento agreste. As pessoas têm casacos quentes e sorriem. O frio arrepia-me  a pele. Como sempre reparo que os fiéis estacionam os carros em cima do passeio, ocupando todo o espaço de passagem de quem vai a pé. Têm estacionamento a cinquenta metros, mas é  demasiado para andarem com os sapatos domingueiros. batem com a mão no peito e repetem orações. É bom estar debaixo daquele telheiro. A catequista voltará às suas cusquices de maldizer semanais, agora é apenas um intervalo. Bom domingo!

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.