Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Amor pela vida

22.04.17, Alice Alfazema

 

Ilustração Antonia Bonell

 

Retirei esta frase do blogue Um Jeito Manso, O tempo não erode nem o amor nem o desejo. O que os corrói é a falta de amor pela vida. Num artigo que fala de relações entre homens e mulheres, casamentos, amores. Concordo inteiramente com ela, quem tem amor pela vida tem sempre desejo, bem-querer, tem uma força que alimenta o amor e o desejo. 

 

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post