Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Ainda

04.12.20, Alice Alfazema

aaaaaaaaaaa.jpg

Ilustração  Rolf Armstrong 

 
 
Ainda
Tenho flores por colher
O céu por alcançar
Caminhos por percorrer
 
 
Ainda
Tenho mágoas por curar
Noites por descobrir
Lágrimas por cristalizar
 
Ainda
Tenho desejo e arrepio
Sonhos a esvoaçar
E sou nascente e rio
 
Ainda
Tenho o tempo por iludir
O sol por tocar, o arco-íris
A chuva e o vento por abraçar.
 
Ainda
Não sei como suster o tempo
E tenho tantas flores
Por semear!
 
 
Poema de Alice Queiroz
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.