Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

A miúda mais gira da praia

20.08.14, Alice Alfazema

Ο

 

De fazer inveja, numa pose altiva e elegantemente deitada sobre a toalha negra, a fêmea procurava no colorido do areal algum macho que lhe eriçasse o pêlo, fazendo arrebitar os seus finíssimos bigodes.

 

 

 

Só a trela a prendia, mas também não queria sujar as suas patas com areia empestada de odores humanos. O vento levantava as suas bicudas orelhas e leva-lhe até si os sons das brisas marinhas.

 

 

Sentia-se quente, a ela ninguém lhe punha protector solar no lombo. Olhava a água com um certo desprezo, pensar que o sal lhe poderia estragar o lustro do pêlo causava-lhe calafrios na espinha.

 

 

Olhou outra vez em volta, havia um macho perto, demasiado baixo para o seu gosto e talvez um pouco acima do peso, muita ração, pensou. Gostava deles vadios, eram mais esguios e musculados, e veio-lhe à mente a última aventura nas ruas lá da terra...

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post