Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

A liberdade

25.01.15, Alice Alfazema

Ilustração Lucía Franco

 

Tenho um cavalo de pau, coberto com bolinhas azuis, cavalgo nele como quem anda nas nuvens. Balanço-me em grande velocidade, tenho penas nos cabelos e sou veloz. O pássaro sussurrou-me ao ouvido que os dias estão mais longos, tenho mais tempo para me deliciar no meu baloiço. Deixei os meus sapatos a descansar, estão leves de mim, os meus pés estão libertos da prisão. Sinto a Liberdade pairar em cada bola, em cada balanço, em cada pena, está por todo o lado, libertou-se.

 

Alice Alfazema

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.