Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

A fome nas escolas revela-se através da letra A?

29.06.16, Alice Alfazema

Outras perguntas retiradas do blogue Blasfémias.

 

 

Se se disser que os meninos desrespeitam o que foi acordado com as suas famílias temos um problema? Se se designar a coisa como “desperdício alimentar” temos uma causa fofinha? Se os alunos do escalão A não comem nas cantinas comem onde? Oficialmente as suas famílias não terão dinheiro para eles comerem noutro lado?

 

 

Acrescento eu:

 

Se olharmos para o lado, ou se enfiarmos a cabeça no chão, já não temos problema?

 

Quem ganha o ordenado mínimo não passa fome?

 

Só passa fome quem tem direito a subsídios?

 

Mesmo que eu mostre o meu lado social no facebook, onde vou de férias, as roupas caras que comprei, posso ter direito a escalão A?

 

Posso ir comer pizzas, e comprar sacadas de gomas, na tasca perto da escola e manter o direito à refeição?

 

Passo o cartão no refeitório em como comi a refeição, mas vou comer na tasca mais próxima, e posso manter o direito à refeição grátis?

 

 

 

 

Alice Alfazema