Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - Um dia na praia

23.06.16, Alice Alfazema
  Ilustração  Maria Maldonado   Estavam todos esticados ao sol. Cada um com o seu objecto. Um lia, outro ouvia música, um outro mandava mensagens.Todos juntos ao sol. Levantavam-se à vez, para um mergulho refrescante. No fim do dia um pôr de sol imenso. Belo dia de praia!     Alice Alfazema

Dia morno

08.12.14, Alice Alfazema
  Mergulhou na água quente e veio ao de cima para poder voltar a respirar aquele aroma de infância. O cheiro que pairava no ar era morno e embalava-lhe a mente e o coração.  Sabia que ao longe era esperado com carinho, mas queria manter aquele momento, talvez nunca mais tivesse oportunidade de o viver. Não sabia se as plantas sentiriam o mesmo, se (...)

Os gatos não têm vertigens

08.10.14, Alice Alfazema
Um filme com o qual podemos rir, chorar e reflectir sobre aquilo que é a nossa vida e a dos outros e as duas entrelaçadas. Muito bom, grande imagem, história actual, grandes actores, muito bom. Quando o filme acabou ninguém se mexeu nas cadeiras, ficámos a ouvir a banda sonora, Ana Moura, oiçam com olhos de ver e ouvidos de reflectir, assim mesmo trocados.   Alice Alfazema

Uma pergunta por dia: Todos somos fazedores de histórias?

20.11.13, Alice Alfazema
  Ilustração Migle Kosinskaite Como é por dentro outra pessoa Quem é que o saberá sonhar? A alma de outrem é outro universo Com que não há comunicação possível, Com que não há verdadeiro entendimento. Nada sabemos da alma Senão da nossa; As dos outros são olhares, São gestos, são palavras, Com a suposição de qualquer semelhança No fundo.   Fernando Pessoa   Uma pergunta por dia até ao final do ano, quem (...)