Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Micro contos - O lombo

11.02.17, Alice Alfazema
A rapariga aguardava junto ao balcão do talho, tinha um ar moderno e cuidado. O seu cabelo castanho tinha madeixas de um louro claro, e estava penteado com uma trança que lhe cobria o ombro direito. Quando chegou a sua vez disse com uma voz suave decidida: - Quero, se faz favor, dois lombos de frango fatiados.     Alice Alfazema

Micro contos - MB

28.09.16, Alice Alfazema
  No tempo dos pais dos nossos avós e no tempo dos pais e avós destes não havia multibanco, as pessoas guardavam o dinheiro na caixa de dinheiros ou debaixo dos colchões, havia também quem o enterrasse tal como os piratas e as pessoas forretas.      Alice Alfazema

Micro contos - Um caso verídico

17.07.16, Alice Alfazema
  Ilustração  Jan Pashley   Diz a menina para o menino:   - Deveria ser proibido os homens usarem esses calções ceroulas. Deviam usar uns assim como aquele biquíni cor-de-rosa. - Qual biquíni cor-de-rosa? - Esse mesmo, em que estás com dificuldade em ver a cor.       Alice Alfazema

Micro contos - A bica

29.06.16, Alice Alfazema
Foram beber a bica depois do almoço, uma sandes e um sumo, coisa pouca, porque o biquíni e o Verão estão aí à espreita. Sentaram-se na esplanada florida e pediram os cafés. Entretanto, actualizaram-se nas redes sociais, mais uma foto mais um sorriso. Qual carrossel numa feira qualquer. Então conversamos ou não? Qualquer dia ponho isto no meu blogue. Qual é mesmo o nome do teu blogue? Alice Alfazema. Do sapo... Bora lá ver!        Alice Alfazema

Micro contos - A sombra

27.06.16, Alice Alfazema
  Fotografia Fan Ho   Andavam por aí, deambulantes naquela escada a que chamavam de dias, às vezes acima, às vezes abaixo. A sombra contrária das vontades. Fotografavam-se num amor próprio já desgastado nos likes. Quem és tu? Sou a sombra de ti presa na rede.     Alice Alfazema  

Micro contos - Achocolatado

24.05.16, Alice Alfazema
Pegou nas malas carregadas, e sentiu o peso reconfortante da alegria. Depois, andou pela avenida abaixo escondendo-se do Sol. Refrescou-se na fonte, mas antes confirmou que a água era potável. Quando chegou a casa, cansada e cheia de traça, comeu as malas enquanto via a novela das cinco.     Ilustração Peter Donnelly     Alice Alfazema    

Micro contos - A janela

25.01.16, Alice Alfazema
Ilustração Chris Van Allsburg   Dei por mim a olhar a paisagem que via daquela janela, não sei o que vi. Olhei para o passado, estive no presente ou imaginei o futuro.     Alice Alfazema