Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Conversas da escola - Técnicas de relaxamento

17.01.19, Alice Alfazema
Miúdo pequeno, grandes olhos verdes, cabelo desalvorado:   - Eu, vim aqui porque a professora Isabel mandou-me beber um leite para me acalmar. - Estás nervoso? - Sim. - E é leite com chocolate? - Sim. - Com chocolate e quentinho, que acalma mais? - Sim. - Então toma lá, senta-te ali e vais bebendo devagarinho. - Está bem.  

Conversas da escola - De microfone na mão

13.12.18, Alice Alfazema
Eu sei que adoram estas conversas da escola. Esta semana tem sido de queimar os neurónios(os poucos que ainda resistem), houve muita atividade, muita mastigação de bolos e outras enfardaduras, gritaria, bulhas, nevoeiro, chuva, micro-ondas avariado, barulho de obras, muito pó no ar e no chão. Já tinha dito gritaria? E refilanços. E males de amor. Dores de barriga. Dores de cabeça. Má disposição geral. Vómitos.   Assim, como podem calcular foi muito animada a minha semana de (...)

Conversas da escola - Quando sabes, sabes

28.11.18, Alice Alfazema
Miúdo de onze anos: - Quero um Ucal, mas não quero aquecido, aquecido é só de manhã. - Está bem, o freguês é que sabe, quem manda é o freguês. -  - Não sabes o que é um freguês? - Não. - Um freguês é aquele que compra, o cliente. - Eu não sou freguês, eu sou mais um pedinte: eu estou sempre a pedir.