Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Estrela do Mar...

02.04.10, Alice Alfazema

 

 Um homem passeava à beira mar. Ao longe viu outro que apanhava alguma coisa e a atirava à àgua.

Começou a ficar intrigado e à medida que olhava para a areia via imensas estrelas-do-mar, que com a maré vazante tinham ficado presas na areia. Sem maneira de sobreviver até a próxima maré, eram prisioneiras de um triste fim.

Ao chegar perto do outro perguntou-lhe:

- Porque eatá tirando as estrelas da areia e colocando-as dentro de àgua, não vai conseguir salvar todas são milhares.

Ao que o outro lhe respondeu:

- Para esta vai fazer diferença...E atirou-a de volta ao mar.