Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Eu sou...

18.06.10, Alice Alfazema

"Eu sou a Rita, tenho onze anos, vivo com a minha ama, antes vivia com a minha avó mas ela arranjou namorado e foi viver para outro sítio. Não sei do meu pai e a minha mãe vive longe."

 

"Eu sou o Rui, o meu pai é drogado e bebe bastante, a minha mãe é maluca. Eu também bebo, não passo um dia sem o fazer, tenho quatorze anos. Às vezes sou feliz."

 

"Eu sou a Ana, tenho quinze anos, vivo numa instituição, mudo muitas vezes de localidade. A minha vida é como uma linha de comboio, tem muitas estações. Nâo quero viver com os meus pais, mas tenho saudades deles."

 

"Eu sou o Manuel, tenho treze anos, tenho más notas e não gosto de ir às aulas. Os meus pais batem-me por tudo e por nada mas eu vingo-me e na escola faço o mesmo."

 

"Eu sou o Cristiano, tenho doze anos, cá em casa não temos àgua e falta comida.Gosto de ir à escola porque é onde tenho comida e tomo banho no ginásio, a stora dá-me champoo."

 

"Eu sou a Maria, tenho quinze anos, gosto de ouvir música e de estar com os amigos.Não gosto de ir para casa, pois há muitos gritos e pancada.Quero ser feliz."

 

"Eu sou o Luís, tenho dez anos e cinco irmãos, tenho amigos que me trazem comida e roupa, a minha mãe trabalha muito mas ganha pouco. Quero crescer depressa para a ajudar."

 

"Eu sou o Zé, tenho quase quinze anos e sou vaidoso. Só vejo os meus pais à noite, mas durante o dia falo com eles ao telemóvel. Tenho tudo o que quero, mas falta-me o abraço dos meus pais."

 

"Eu sou a Susana, tenho dezasseis anos, há muito tempo que vivo em instituições, os meus pais abandonaram-me. Às vezes sou feliz. Quero ser modelo."

 

... 

 

  

...Eu sou aquele que todos sabem que existe e muita gente finge que não vê.