Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Faz um ano

28.03.11, Alice Alfazema

Hoje, este blog faz um ano, um ano que foi vivido intensamente, onde, houve pontes de alegria, tristeza, encontros e desencontros; um ano que, apesar de tudo, foi positivo, encorajador e gratificante.

Obrigado a todos os que por aqui passaram.

 

Bem hajam, pela vossa visita e comentários. 

 

 

 

 

 

 

  Pintura de Bruno Braddell

 

 

 

 

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

 

 

Fernando Pessoa

 

Eu diria antes: construir o caminho que me leve até onde eu queira ir...

 

Alice A.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.