Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

A luta na real gana

06.03.11, Alice Alfazema

 

 

Ora aqui está a canção que nos vai representar! E que bem!

Nem acreditavam - que tinham ganho. Muitas vezes, a força de vontade, vence a inércia: essa da qual - nós povo português - tanto padecemos; a luta é verdadeiramente a alegria, pois, é através dessa luta que se fazem as transformações: de vida, de emoções, de rumos e, é isso que nos falta; essa garra, essa real gana. É pois, premente faze-la.

 

 

'A LUTA É ALEGRIA'

 

 

De noite ou de dia, a luta é alegria

 

 

E o povo avança é na rua a gritar.

 

 

E traz o pão e traz o queijo e traz o vinho

 

 

E vem o velho e vem o novo e o menino

 

 

E traz o pão e traz o queijo e traz o vinho

 

 

E vem o velho e vem o novo e o menino

 

 

Vem celebrar esta situação e vamos cantar contra a reacção.

 

 

Não falta quem te avise "toma cuidado"

 

 

Não falta quem te queira manter calado

 

 

Não falta quem te deixe ressabiado

 

 

Não falta quem te venda o próprio ar.

 

 

De noite ou de dia, a luta é alegria

 

 

E o povo avança é na rua a gritar.

 

 

E traz o pão e traz o queijo e traz o vinho

 

 

E vem o velho e vem o novo e o menino

 

 

E traz o pão e traz o queijo e traz o vinho

 

 

E vem o velho e vem o novo e o menino

 

 

Vem celebrar esta situação e vamos cantar contra a reacção.

 

 

A luta continua quando o povo sai à rua!