Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Dá...

29.11.10, Alice Alfazema

Dá, sê um doador, ainda que a tua dádiva seja pequena.

De uma pequena fonte nasce um rio;

E com as dádivas do rio, os estuários logo derramam as suas

águas, formando um mar.

Do oceano, de novo, o Céu retira as suas chuvas

E às fontes leva todo o seu renovado poder.

E assim, levadas de volta, as dádivas circulam,

E por cada bênção dada

Há outra que se recebe.

 

Autor Desconhecido

 

 

Para dar não é necessário dinheiro, dê um sorriso, um olhar bonito, um abraço, um beijo, fale com carinho...Escute.

 

1 comentário

Comentar post