Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Vírgulas

04.01.14, Alice Alfazema

A cada dia que passa dou mais valor à simplicidade, dela nasce a criatividade mais pura. 

 

 

A observação das coisas e dos sentimentos, num modo desprendido de interesses. 

 

Quem Sabe um Dia
Quem sabe um dia
Quem sabe um seremos
Quem sabe um viveremos
Quem sabe um morreremos!

 

Quem é que
Quem é macho
Quem é fêmea
Quem é humano, apenas!

 

Sabe amar
Sabe de mim e de si
Sabe de nós
Sabe ser um!

 

Um dia
Um mês
Um ano
Um(a) vida!

 

Sentir primeiro, pensar depois
Perdoar primeiro, julgar depois
Amar primeiro, educar depois
Esquecer primeiro, aprender depois

 

Libertar primeiro, ensinar depois
Alimentar primeiro, cantar depois

 

Possuir primeiro, contemplar depois
Agir primeiro, julgar depois

 

Navegar primeiro, aportar depois
Viver primeiro, morrer depois

 

Mário Quintana

 

 

Não acredito em linguagens sofisticadas, mas em vírgulas descontroladas que me levam ao firmamento. 

 

 

Fotografias e confecção dos acepipes - Maria Tofu.

 

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post