Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O pinheiro

29.08.13, Alice Alfazema

A aranha subiu o tronco seco e nodoso do velho pinheiro. Lá em cima um ninho, quatro ovos lá dentro. O formigueiro junto às raízes fervilhava de movimento, as provisões para o Inverno eram levadas a um ritmo estonteante. Uma cobra deslizou pelo tronco velho e veio aninhar-se nas raízes que sobressaiam da terra. No dia seguinte apenas cinzas.

 

Alice Alfazema

4 comentários

Comentar post