Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O sopro

06.06.13, Alice Alfazema

 

O que passa através da energia eleva-se no ar, no espaço e no tempo. Os instrumentos de sopro trazem consigo o som, mas também o ar que respiramos.

 

Entre os sons respiramos. Entre os sons os pensamentos fluem. Os sons passam e levam consigo a negatividade. Carregam energia. Os anseios fogem. Os sonhos vêm.

 

Alice Alfazema