Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Lá em cima, cá em baixo

25.03.13, Alice Alfazema

 

Depois à noite 

deitado no fundo do barco,

novo baptismo:

o do abismo.

 

Por exemplo: que nome darei

àquela estrela que neste mesmo instante nasceu?

 

Talvez

«Outro Buraco-No-Véu.»

 

(Ou

«Estarei a mais no céu?»).

 

José Gomes Ferreira, Poesia VI



Alice Alfazema

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.