Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

25 de Abril

2021

24.04.21, Alice Alfazema

cravo1.jpg

Se pudesses escolher
que cor darias à liberdade?
 
Tens a certeza?
Mesmo depois de te ensinarem que
vermelhos são os campos,
verdes são os lírios e
azul é a tempestade?
 
A tua liberdade
é do tamanho do livre-arbítrio
multiplicado pela vontade.
 
Nunca uma coisa tão real
foi tão infinita
e nunca o infinito
foi tão limitado
para se tornar essencial.
 
Anda, vem brindar connosco;
— quem é livre de festejar
toma a sua liberdade por gosto!
 

cravo.png

 

 
 
Poema de Ricardo Jorge Claudino

16 comentários

Comentar post