Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Gatão

11.09.12, Alice Alfazema

 


O rabo do gato desenha 
letras árabes no mosaico da sala. 
arranha o tapete de Arraiolos, 
rasga o jornal de letras 
e um verso escapa-se pela janela entreaberta

uma pétala de violeta 
é o tempo das violetas 
fugiu para a janela da vizinha 
um andar abaixo. 
talvez atraída pelo cisne de camille saint säens 
no carnival des animaux

o gato enfurece-se com o silvo do vento 
e quase me estraga o poema. 
vale o método tradicional 
um novelo de linha encanta o gato.

alguém pousa os lábios nos meus olhos.

                                                                              


José Félix




Alice Alfazema

4 comentários

Comentar post