Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Paciência

06.09.12, Alice Alfazema

 

 

 

Às vezes dás-te conta que, por mais que fales, o mundo paira num limbo preconceituoso e de ideias velhas. Imagina uma pessoa que ano após ano continua a mesma, revendo os mesmos problemas, tendo os mesmos medos. Uma pessoa que nem um objectivo por ano concretiza. Assim, paira ela no seu limbo, esperando que outros façam, que pode essa pessoa esperar? Se não está andando, ninguém a irá acompanhar, nessa  sua infindável ladainha, ano após ano.

 

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post