Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Agarra o teu Sol

04.07.12, Alice Alfazema

 

O bombardear constante do negativismo faz-me ficar azeda, e eu não quero ser assim. Quero agarrar o sol a cada dia que passa e poder usar essa luz.

 

Aos jovens, à Patrícia, ao André, ao João à Joana e  a todos os outros, eu gostaria de dizer: 

Não se deixem levar pelos desânimos dos outros pelas suas amarguras e pelos seus fracassos. Vivam o vosso próprio sonho, criem o vosso projecto e nunca desistam daquilo que gostam e daquilo que vos faz feliz. A vida sempre foi difícil, olhem para a História é ela própria que vos ensina. A novidade neste nosso mundo é a rapidez de comunicação e o que daí advêm. E não se esquecem que isso é também uma arma de manipulação, não se deixem manipular. 

 

Estudem, porque isso lhes dará mais oportunidades.

 

Riam, porque rir é o melhor energizante.

 

Pensem no futuro como algo de bom, pois são vocês que o vão construir.

 

Manifestem-se, pois a sociedade civil é um parte importande do quotidiano.

 

Inovem, usem a vossa criatividade ao máximo.

 

Experimentem, não tenham medo de falhar, pois isso faz parte do vosso crescimento.

 

Façam amizades diversificadas, não tenham medo de conhecer novas ideias.

 

Agarrem o vosso Sol.

 

 

Beijinhos

 

 

 

 

Alice Alfazema 

 

 

 

 

4 comentários

Comentar post