Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

...

02
Fev22

lirio...jpg 

Ilustração Gelena Pavlenko

Um dia virá
em que a minha porta
permanecerá fechada
em que não atenderei o telefone
em que não perguntarei
se querem comer alguma coisa
em que não recomendarei
que levem os casacos
porque a noite se adivinha fresca.
 
Só nos meus versos poderão encontrar
a minha promessa de amor eterno.
 
Não chorem; eu não morri
apenas me embriaguei
de luz e de silêncio.
 
Poema de Rosa Lobato de Faria

Pág. 4/4