Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Metades

31.10.13, Alice Alfazema



Metade de mim é fada,
a outra metade é bruxa.
Uma escreve com sol,

 

 

 

a outra escreve com a lua.
Uma anda pelas ruas
cantarolando baixinho,
a outra caminha de noite
dando de comer à sua sombra.
Uma é séria, a outra sorrí;
uma voa, a outra é pesada.
Uma sonha dormindo, 
a outra sonha acordada.

 

Roseana Murray, in Pêra, Uva ou Maçã, ed. Scipione, 2005



 

Alice Alfazema

Uma pergunta por dia: O que é o Outono?

29.10.13, Alice Alfazema
 

Outono,

simplesmente constacto

a mudança de estação,

nada de sonhos extravagantes

ou outros desejos ocultos

apenas a chuva que cai

a devorar o Verão!

Através da varanda

da cozinha ancestral

sinto os ventos

esgaçando folhas sangue,

amarelo cera,

castanho terra,

adubando a cama

onde hiberna a Natureza!

De repente o silêncio

até à fecundação

que se dá na Primavera!

O sol viril

será pai

de todos os frutos

pendurados nas árvores

pungentes

do pomar!


 


 

 


Uma pergunta por dia até ao final do ano, quem quiser responder esteja à vontade.

 



Alice Alfazema

Pág. 1/8