Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Pecado é...

29.11.11, Alice Alfazema

 

Oferecerem-me bolos virtuais...

 

 

 

mas, como eu não sou egoísta...podem provar (cuidado com o açúcar em pó,  pois podem sujar a fatiota, e não se esqueçam depois de lavar os dentes e fazer uma caminhada para queimar as calorias).

 

 

 

 

 

Alice Alfazema

 

Sentir o Fado é...fazer parte do Património da Humanidade :)

26.11.11, Alice Alfazema

 

não precisar de perceber a letra, porque o Fado é emoção, é energia transmitida pelo som, pela voz, pela música que paira no ar, essa é a verdadeira magia, é podermos usufruir dele independentemente de lhe percebermos a língua, é uma partilha entre quem canta, quem toca e quem ouve.

 

 

 

 

 

 

Alice Alfazema

Violência domestica(da)

25.11.11, Alice Alfazema

 

 Pintura de LA Pataias

 

 

Não tenhas medo, aquilo que sofres agora é maior do que aquilo que irás sofrer se desistires do teu silêncio;

 

Os teus filhos não sofrerão tanto como agora.

 

É no presente que se escreve o futuro e o teu começa agora.

 

Fingir não é solução, indiferença quanto ao tema é  a anulação da própria vida, ninguém merece viver isso. Há um mundo por descobrir e tu mereces estar nele, independentemente do nome que tenhas, da tua idade, do teu sexo, da tua classe social, da tua profissão; esquece o medo e vive a tua liberdade, procura ajuda, conversa e não finjas que está tudo bem - coragem.

 

Quem vive no medo está esfomeado de alegria, atreve-te a ser quem tu mais queres - sê dono de ti, ouve-te e liberta-te - vale a pena lutar pelo que queremos, pois a recompensa é a descoberta do teu eu ouve-te - ama-te, mais ninguém te merece tanto como tu, usa a tua coragem e começa - hoje.

 

Abraço

 

 

 

 

Alice Alfazema

Um dia depois

25.11.11, Alice Alfazema

 

 

 

Cada um vê as coisas como lhe dá mais jeito, enquanto uns vêm nesta couve um óptimo caldo verde os mais sofisticados poderão ver uma flor, portanto, aquilo que vemos depende daquilo que queremos.

 

 

 

Alice Alfazema

Pág. 1/5