Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Um dia destes...

06.03.12, Alice Alfazema

 

Eu poderia, voltar a correr pela vereda e ao longe ver o rio e o mar. Ouvir as sirenes das fábricas de conserva de peixe e ver os barcos entrarem na barra. Sentir o calor do Verão na minha pele e  ter o cheiro do barro entranhado em mim. Não me preocupar se me sentei no chão, se sujei a minha roupa, se dei gargalhadas e se ri à toa. Observar as folhas dos Dentes-de-leão -  O teu pai é careca?, soprar e vê-las irem pelo ar...o pai era sempre careca.  

 

 

 

 

 

Alice Alfazema

2 comentários

Comentar post