Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Depois da trovoada

15.11.11, Alice Alfazema

 

 

 

Depois da trovoada fica o silêncio, uma paz que obedece ao céu, como se o infinito tivesse ralhado connosco; e nós envergonhados escondemos os nossos sons, num silêncio que gera magia trazendo-nos então de volta à realidade.

 

 

 

Alice Alfazema