Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

O gato à janela

18.09.11, Alice Alfazema

 

 

Um gato, em casa, sozinho,sobe

à janela para que, da rua o

vejam.

 

O sol bate nos vidros e

aquece o gato que, imóvel,

parece um objecto.

 

Fica assim para que o

invejem - indiferente

mesmo que o chamem.

 

Por não sei que privilégio,

os gatos conhecem

a eternidade.

 

 

Nuno Júdice

 

 

 

Alice Alfazema