Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

11 de Julho de 2016

11.07.16, Alice Alfazema

Vivemos hoje grandes momentos de auto-estima, de que é possível. Para mim isto é o mais importante desta taça. É uma taça cheia de optimismo, de alegria, de grande esperança que pode ser transportada para outras realidades. Isso é o que importa. A vibração das coisas boas. Acreditar sem fé ou com fé. Energia pura, da boa. Precisamos tanto disso. Aproveitem e multipliquem. 

 

É bom termos conquistas boas, é bom, e o que é bom merece o esforço. É bom deixarmos de olhar para nós como uns coitados, deixarmos de ser cinzentos. É bom olharmos para o trabalho de equipa. Equipa. Equipa equivale a um todo, e não apenas a alguns. O resultado está na equipa, e é isso que temos de ser. Portugal.

 

 

Alice Alfazema

6 comentários

Comentar post