Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

1

01.03.21, Alice Alfazema

abrigo.jpg

Ilustração Lizzie Riches

 
As portas
 
Se não fecho
algumas portas
há correntes de ar
a mais
 
Se fecho
todas as portas
não posso sair
mais
 
Se não abro
algumas portas
não fecho
algumas portas
 
Se abro
todas as portas
desintegro-me
 
 
 Poema de Adília Lopes

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.