Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Horizonte

20.06.18 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração Evgenia Gapchinska   O sonho é ver as formas invisíveisDa distância imprecisa, e, com sensíveisMovimentos da esperança e da vontade,Buscar na linha fria do horizonteA árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte —Os beijos merecidos da Verdade.    

De branco se dança

19.06.18 | Alice Alfazema | comentar
   Fotografia Sheau Torng Lim    Pois há na dança uma força intensa e uma magia,uma pureza que a natureza enviana sensualidade de corpos em agitação.   Poema Leonardo Schabbach

Micro contos - A realidade

18.06.18 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração Lisa Torske As duas procuravam-se há anos, moravam em lados opostos, a Inverdade e a Irrealidade, eram primas direitas de irmãos tortos.    Alice Alfazema 

Micro contos - A vida numa bancada

17.06.18 | Alice Alfazema | comentar
 A vida é assim, uma mistura de tudo. Há sempre gente surpreendida e gente que se vê perante opções de que já ouviu falar, daquelas que são dos outros. Acabamos todos em repetições.    Alice Alfazema 

Conversas da escola - De frente e de costas

16.06.18 | Alice Alfazema | ver comentários (2)
Tenho uma colega que trabalha a tempo parcial na escola,  o seu horário de trabalho na escola vai do meio da manhã  até por volta das duas, quando chega já vem de uma outra escola, onde faz a recepção dos alunos na versão ATL, fica com eles até que as aulas (...)

Conversas da escola - ATL

16.06.18 | Alice Alfazema | comentar
Último dia de aulas:   - A que horas começam as actividades? - Às dez. - Mas, ainda são oito e isto já está cheio de miúdos. - Estamos a trabalhar na versão ATL, e já estão aí  miúdos desde as sete e trinta e cinco, que foi quando abri a escola.     Alice Alfazema