Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Por as palavras a andar

18.10.18 | Alice Alfazema | ver comentários (1)
  Ilustração Olha Muzychenko “Diz a sabedoria indígena que quando não cumprimos aquilo que prometemos, o fio de nossa ação, que deveria estar concluída e amarrada em algum lugar, fica solto ao nosso lado. Com o passar do tempo, os fios soltos enrolam-se em (...)

Micro contos - A reforma

17.10.18 | Alice Alfazema | comentar
 Ilustração Armando Veve  Para que queres tu que chegue depressa a reforma? Não sabes que isso te deixa mais perto da morte. Se ela não vier entretanto vive a tua reforma nos dias de folga. 

Coisas de portugueses

14.10.18 | Alice Alfazema | ver comentários (7)
   "Tudo sobre a história de amor da neta da rainha, que casou com plebeu sem curso superior." Agora a grande pergunta: se tivesse curso superior era quase sangue real, seria azul ou arroxado?