Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alice Alfazema

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Recortes do quotidiano: do meu, do teu, do seu, e dos outros.

Retalhos

 

Pintura Gabriel Picart

 

Gosto desta pintura, das sombras e da luminosidade do sol, das cores, dos loendros (?), dos pés descalços sob a pedra que aparenta transmitir frescura, da alça da blusa que cai descaradamente pelo ombro, da mulher que parece que lê sem prestar atenção às palavras e que a qualquer momento pode virar a cara para quem a observa. Gosto da saia que é parecida com a minha.

 

Alice Alfazema

Oculto

 

Pintura Harald Slott-Moller   

 

Entre o luar e o arvoredo, 
Entre o desejo e não pensar 
Meu ser secreto vai a medo 
Entre o arvoredo e o luar. 
Tudo é longínquo, tudo é enredo. 
Tudo é não ter nem encontrar.

 

Entre o que a brisa traz e a hora, 
Entre o que foi e o que a alma faz, 
Meu ser oculto já não chora 
Entre a hora e o que a  brisa traz. 
Tudo não foi, tudo se ignora. 
Tudo em silêncio se desfaz.

 

Fernando Pessoa

 

Alice Alfazema

Um momento do meu dia

 

Neste momento tenho a janela da minha sala aberta, o dia está indo embora, e do outro lado da rua chegam-me notas de música, entram pela minha janela e vêm até aos meus tímpanos. A flauta transversal de alguém que toca, e eu aqui ouvindo a melodia que paira no ar. Parece-me que as árvores também estão a ouvir, as suas folhas estão quietas enquanto o som passa por elas. Belíssimo fim de tarde.

 

 

Alice Alfazema

Tudo se perde com a guerra e nada se perde com a paz

 

“Recordemos que tudo se perde com a guerra e nada se perde com a paz! Caros irmãos e irmãs, nunca a guerra! Penso sobretudo nas crianças a quem se tira a esperança de uma vida digna e de um futuro: crianças mortas, crianças feridas, crianças mutiladas, crianças órfãs, crianças que têm como brinquedos resíduos bélicos, crianças que não sabem sorrir… Parem, por favor! Peço-vos com todo o coração, está na hora de parar! Parem, por favor”

 

Papa Francisco, Julho de 2014

 

Alice Alfazema

Pág. 1/6